Mage

M:tA Chronicles (Jay)


You are not connected. Please login or register

30 de Abril de 2017

View previous topic View next topic Go down  Message [Page 1 of 1]

1 30 de Abril de 2017 on Mon May 08, 2017 4:00 pm

King, Ran, Xang e os demais membros que acabaram de voltar do mundo dos sonhos após resgatarem Kote, apercebem-se que Harmony não está entre eles.
Assim que Ran vai abraçar Kote ela vê que há um pequeno papel nas vestes deles que diz: " Presa no Paradox Realm da Escuridão". Ela partilha esta informação e King, após alguma ponderação, resolve ir atrás da Mage.

Harmony, se vê em meio a completa escuridão, até seus olhos se acostumarem, começa a distinguir na penumbra a silhueta do ambiente onde está, embora seu campo de visão esteja restrito a um raio de 10 m - devido a falta de luz - e seja monocromática, em tons de preto e cinzento. Ela senta-se e foca toda a sua mente para preparar-se e manter-se calma naquele ambiente desconhecido e hostil. Após este ritual mental ela começa a explorar seus conhecimentos em busca de informações que a ajudem perceber que local é este. Ela sabe que está em um Paradox Realm, isto ela pode sentir, mas também sabe que há qualquer coisa de diferente neste lugar. Um paradox Realm, regra geral, é um sítio criado pelos Espíritos do Paradoxo quando um Mage impõe demasiadas vezes sua vontade sobre o mundo. Mas este lugar parece mais denso, mais sólido, de algum modo diferente de um Paradox Realm que seja definido apenas por este conceito.

Quando Harmony abre os olhos para sair de seu estado meditativo, se depara com King sentado a sua frente. Uma sensação de déjà vu a percorre, mas ela sabe que isso é apenas uma lembrança de como conhecera King.

Enquanto isto, na chantry, as outras pessoas se preparam para irem ao encontro de Harmony. Xang prepara um novo Body of Light, e Edward aceita ajudar os demais que não conseguem ir para lá pelos seus próprios meios. Assim ele busca uma grande caixa de papelão, coloca-a no chão e com um marcador escreve: "Carrinha mágica II" e convida as pessoas que queiram ir para entrarem na nova carrinha mágica. Ren, Leif, Lela e Jonh entram na caixa e Edward os envia para a coordenada certa do tal Realm da Escuridão. E vão todos para no mesmo sítio em que Harmony e King estão.

Ao chegarem lá, todos se apercebem que a sua visão se tornou monocromática. E antes de começarem a explorar Harmony explica que provavelmente é muito perigoso utilizar magia neste Realm.

Logo se apercebem que estão no topo de uma colina, ladeada por um precipício e uma floresta. Ao longe se pode avistar uma torre. Todos decidem caminhar em direcção a torre, e seguem por um caminho incerto a beira da floresta, deparando-se com um riacho que se torna cada vez mais sulcado na encosta conforme vão descendo. Os poucos que tentam recordar as horas que estavam, ou a localização são atormentados por uma ausência de referencial com o mundo real, como se suas memórias tivessem sido todas roubadas e aquele sítio era a única realidade existente, ou pior, se recordassem do mundo fora deste real se sentiam claustrofóbicamente aprisionados na Escuridão.

Ao caminharem entre o riacho e a floresta conseguem ver que entre as árvores há um grupo de animais e uma figura luminosa, quase angelical. Ran se aproxima dos veados, mas eles fogem, Harmony começa uma conversa cordial com a figura luminosa, e ao perceber que ele responde na mesma língua que usa, começa a alternar os idiomas ao falar, e ele acompanha na mesma forma misturando todos os idiomas usados por Harmony. A Mage fica admirada com o facto daquele ser não conhecer o conceito de linguagem, e ainda assim responder correctamente no idioma em que era usado.

Eles pedem informações e descobrem que a torre ficava na residência da Mistress, e que apenas ela poderia nos ajudar a sair deste Realm. Eles se despedem após conversarem um pouco mais.

Todos continuam a caminhar até se depararem com grandes portões de madeira, de tamanho monumental que estavam entreabertos. Todos excepto Harmony passam para o interior, Lela e King começam a discutir com a Harmony para ela entrar também, algo que ela não faz. Após alguns minutos todos sentem uma rajada de vento, e assim se aproxima a figura magnifica e aterradora da Mistress, com suas unhas em formas de grandes garras, uma beleza insuportável e - ao contrario de tudo a sua volta - ostentando em si as cores que antes estavam acostumados a ver. Ela se demonstra descontente pela discussão que se sucedia e pela presença das pessoas em sua casa. Perguntando quem os havia indicado o caminho. A party tenta descrever a figura luminosa que haviam encontrado na floresta, mas quando a Mistress pergunta o nome do mesmo, todos se apercebem que nunca chegaram a saber.

Harmony parte em direcção a floresta, pronta para encontrar a mesma criatura, enquanto todos permanecem a conversar com a Mistress.

Quando Harmony chega a floresta não encontra o mesmo ser, mas sim uma criatura muito semelhante, mas agora com traços femininos. Harmony conversa com a criatura, e descobre que ela é irmã do outro ser, descobre os seus nomes e que ele é responsável por cuidar dos animais e ele das plantas. Harmony continua sua conversa buscando informações sobre este mundo, descobrindo que este Realm é uma espécie de purgatório, e quem não pertence a este sítio, mas para aqui vem parar, têm que aguardar o um julgamento para poder sair daqui. Enquanto está a conversar Ran se junta a ela, e deste modo as duas descobrem que este mundo é habitados por Faes, que existem seres na floresta que se alimentam dos nomes daqueles que vagam perdidos por aqui, e aprendem também muito sobre a natureza e sobre as propriedades das plantas.

Enquanto estão a aprender na floresta são chamadas para o julgamento. Entram em uma ampla sala com o chão em mosaico preto e branco e simples bancos de madeira. A frente deles outra figura majestosa se encontra em pé, a própria personificação da Justiça. O julgamento começa, e um a um se dirige perante a Justiça e confessa aquilo que trás em seu coração e a justiça aplica a sua sentença.

Cada sentença foi diferente, sendo executado um gesto diferente para cada um, mas no fim todos regressam a Chantry mais ou menos traumatizados com a experiência.

View user profile

View previous topic View next topic Back to top  Message [Page 1 of 1]

Permissions in this forum:
You cannot reply to topics in this forum